sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Nascer de novo

«Há em nós um impulso que nos leva à novidade, à renovação, à liberação do poder criativo. Procuramos despertar em nós mesmos uma força que realmente mude as nossas vidas de dentro para fora. Contudo, o mesmo instinto diz-nos que essa mudança é a recuperação do que temos de mais profundo, mais original, mais pessoal. Nascer de novo não é tornar-se outra pessoa, e sim tornar-nos nós mesmos.» (os grifos são meus)

Thomas Merton, in "Christian Humanism" in Love and Living

Um comentário:

Marlene disse...

Que verdade profunda, desejo ardentemente vivê-la.

A beleza que salva o mundo

"...Porque o amor, mesmo que em silêncio, está sempre germinando as primaveras.  Amar é a beleza que salva o mundo."  [Lu...