quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

A Igreja em que acredito (3ª parte)

Repudio a igreja dos sacerdotes de templo, a casta que se considera superior à “reles gente”, os insubstituíveis da relação de Deus com o Seu povo, homens vaidosos e inchados que quase sempre se tornam um dos extremos da mediocridade: inúteis ou mercenários. A igreja dos sacerdotes de templo é aquela em que os peritos do culto querem mandar e perceber mais que o Espírito Santo quando se trata da relação do Homem com Deus. O cumprimento das normas substitui facilmente a Verdade, os ritos ocupam o lugar do Amor e a função do sacerdote esgota toda a acção da comunidade.

Acredito numa Igreja de Discípulos, aquela em que a atitude fundante de todas as opções e escolhas é a escuta orante e sem preconceitos da Palavra do Mestre, fonte permanente de Sabedoria, novidade e apelos de mudança. A Igreja dos Discípulos é aquela em que ninguém se considera superior a ninguém e as comunidades se estruturam de maneira fraterna. O único Mestre é Jesus Cristo e a única Sabedoria que se procura é a do Espírito Santo. Os irmãos que estão especialmente capacitados para explicar o Mistério da Fé e as maravilhas do Amor de Deus fazem-no como um serviço alegre e um Carisma comunitário para o bem de todos, e não como forma de superioridade ou domínio sobre os outros.

Acredito numa Igreja de Profetas, na dinâmica comunitária daqueles que estão implicados na Palavra que proclamam e celebram, aqueles que assumem a totalidade das consequências da sua Fé, da sua Esperança e do seu Amor. A Igreja dos Profetas é aquela que dá à luz gente capaz de morrer por Cristo, é a Igreja indomável diante dos poderes do mundo, contexto comunitário de amadurecimento pessoal de homens e mulheres que não se deixam domesticar pelas “falinhas mansas” de todos os anti-evangelhos de rosto sedutor que por aí andam.

Rui Santiago, Derrotar Montanhas

3 comentários:

Anônimo disse...

Nunca te esquecerei meu irmão, Jesus usou você para que eu não desistisse de escrever. Muito obrigado pelo incentivo, Deus te abençoe!!!

MamaNunes disse...

Foi assim que entendi o evangélio e é nessa igreja que eu também acredito. Que venha!
Nos encontramos no Caminho!

Querido, seu layout está pronto, aguardando, aprovação ou não.
Veja aquí:

http://www.mamanunes-templates.blogspot.com

Abraços!

:)

Alice disse...

To dentro !!
será que nessa igreja não me chamarão de herege por desejar seguir apenas a Jesus ?? .... finalmente alguem escreve sobre a verdadeira igreja-corpo de Cristo.
Parabens !
beijos no seu coração

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]