quinta-feira, 19 de julho de 2007

5 coisas que me marcam na pessoa de Jesus

A Vilma do blog - Coisas de mim, desafiou-me para falar das características que mais me marcam na pessoa de Jesus. É com prazer e alegria que o faço, pois Jesus foi a descoberta mais importante, preciosa e essencial que fiz na minha vida. A vida com Jesus é rica, bela, fascinante, aliciante, estimulante, doce, suave...

  • Amor e generosidade - Jesus deu a sua vida por nós. Amou os seus inimigos até ao fim, sem excepções. No auge do seu sofrimento manifestou uma capacidade de perdoar sem limites:" Pai, perdoa-lhes porque eles não sabem o que fazem". Jesus é um Amigo leal, generoso, verdadeiro. Ele deu a sua vida pelos seus amigos; que o abandonaram quando Ele mais precisava deles. A capacidade de Jesus para perdoar e amar sem limites é sublime, incomparável. Ele ama-nos incondicionalmente, apesar das nossas falhas, dos nossos defeitos... Ele é a personificação do Amor. O seu mandamento essencial é: "Amai-vos uns aos outros assim como eu vos amei." (João 15, 17)

  • Bondade e Compaixão - Há muitas parábolas e atitudes de Jesus que ilustram a sua bondade e compaixão, sobretudo para com os pecadores, os pobres, os oprimidos e marginalizados. Jesus arriscava a sua vida pelas pessoas mais menosprezadas da sociedade em que vivia. (João 8, 3-11) Para Jesus, todos os seres humanos são únicos e preciosos. No seu coração, não há lugar para preconceitos sociais, discriminações raciais. Na parábola do bom samaritano, Jesus revela quem é o nosso próximo e como devemos amar a todos, independentemente da raça, religião, classe social...(Lucas 10, 29-35). Jesus era solidário e compassivo perante o sofrimento humano; curou, alimentou e ressuscitou pessoas. (João 11, 1-44).

  • Autenticidade e Coerência - Jesus viveu tudo o que ensinou e pregou. Foi fiel à Vontade de Deus, em todas as circunstâncias. Todo o seu Ser estava focalizado num único objectivo. Ele desceu do céu para cumprir um Plano Transcendental e, nada nem ninguém o impediu de cumprir esse Plano divino. Por mais hostil e opressivo que fosse o ambiente, Jesus mantinha-se sereno e tranquilo, e respondia com inteligência, sabedoria e coerência às questões que lhe colocavam. Embora fosse uma pessoa flexível e aberta, Jesus não se deixava moldar pelas circunstâncias, pelas pressões e opiniões desfavoráveis dos seus opositores.

  • Humildade - Jesus disse que veio para servir e não para ser servido. Em todos os seus gestos, comportamentos e atitudes, Ele foi fiel a este princípio. Teve atitudes de humildade inacreditáveis, que deixaram os seus discípulos perplexos.(João 13, 1-17) Foi humilhado, rejeitado, insultado, abandonado, espancado, mas nunca ripostou, nunca se rebelou.

  • Sensibilidade e Inteligência - Jesus revela uma inteligência sublime, assombrosa! O psiquiatra Augusto Cury que fora um ateu convicto, estudou durante alguns anos a personalidade de Jesus e rendeu-se à sua inteligência e sabedoria:" Foi um maestro da vida. Transformou as dificuldades e os problemas em ferramentas para afinar os instrumentos da inteligência e da emoção. Regeu a orquestra sinfónica da sabedoria numa terra onde se cantava a música do preconceito e da rigidez." . Este psiquiatra fez um resumo das principais características da personalidade de Jesus; eis algumas delas:
  1. Não gravitava em torno das ofensas e rejeições sociais.
  2. Pensava antes de reagir.
  3. Era convicto no que pensava e gentil na maneira de expor os seus pensamentos
  4. Transferia a responsabilidade de crer nas suas palavras e segui-lo aos próprios ouvintes.
  5. Vivia a arte do perdão. Podia retomar o diálogo a qualquer momento com as pessoas que o frustravam.
  6. Não fugia dos seus sofrimentos, mas enfrentava-os com lucidez e dignidade.
  7. Não reclamava nem murmurava. Supervalorizava o que tinha, e não o que não tinha.
  8. Não gravitava em torno da fama e jamais perdia o contacto com as coisas simples.
  9. Era sociável, agradável, relaxante. Estar ao seu lado era uma aventura contagiante e estimulante.
  10. Não esperava muito das pessoas que o rodeavam, nem das mais íntimas, embora se doasse intensamente por elas.
  11. Tinha enorme paciência para ensinar e não vivia em função dos erros dos seus discípulos.
  12. Nunca desistia de ninguém, embora as pessoas pudessem desistir dele.
  13. Tinha enorme capacidade para encorajá-las, ainda que fosse com um olhar.
  14. Usava os seus erros como adubo da maturidade, e não como objecto de punição.
  15. Sabia estimular as suas inteligências e conduzi-las a pensar em outras possibilidades

Quem quiser pode consultar a lista completa das características no link: http://seguirjesus.blogspot.com/2007/05/jesus-o-mestre-dos-mestres.html

E agora passo a desafio aos seguintes bloggers:

Sonia Farmacêutica - http://blog-mundo-melhor.blogspot.com/

Maria João - http://deusemtudoesempre.blogspot.com/

Flor - http://flor-odesabrochar.blogspot.com/

Laurie Marie - http://nospassosdejesus.blogspot.com/

3 comentários:

Flôr disse...

OHHH AMIGO, obrigado por mais este desafio que me propões... ainda para mais... para falar de Jesus... :)

Mas o teu post está tão completo, tudo o que lá está dito, eu concordo a 100%, que mais poderei eu dizer?!!

Bem, mas neste fim-de-semana com mais tempo tentarei responder.. com palavras do meu coração. Obrigado Paulo, por te lembrares de mim, quando o desafio é falar do Senhor :)

Uma boa sexta feira para ti e tua esposa. Que o Senhor seja convosco.

Já passaste no meu jardim para veres as minhas maravilhas? Foi mais um desafio que me foi feito...

Xau e fica bem, fica nos braços amorosos do nosso Pai.

Noite tranquila

Flor

sonia farmaceutica disse...

Mais uma vez um desafio difícil! Vou tentar estar à altura! Mas como diz a flôr, o teu post está tão completo... Vamos ver o que dá...
Bjs para ti e para o teu amor

Unknown disse...

boa tarde...JESUS NÃO PODERIA APRENDER COM SEUS ERROS,ELE MESMO VINDO COMO HOMEM FOI UNICO PERFEITO, VEIO HUMILDE COMO SERVO DE DEUS PAI, JAMAIS ERROU.

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]