sábado, 7 de julho de 2007

Ser cristão maduro

Ser cristão maduro é ter consciência de que a Deus não se chega "à força de braços", nem se conquista, seja com orações, virtudes, ofertas ou sacrifícios! Deus é puro Dom, e Dom totalmente imerecido. Ninguém merece Deus. Nem ninguém tem a capacidade de o "fazer descer" até si, ou de "subir" até Ele… Se quisermos, em imagem, Deus não é para alpinistas, mas para crianças, ou seja, não se chega ao encontro com Deus querendo apetrechar-se para escalar as montanhas da virtude ou dos méritos, mas apenas como criança que acolhe o rosto amoroso da mãe que se debruça voluntariamente sobre ela para a pegar ao colo e a amamentar.

O cristianismo não é um esforço religioso para chegar a Deus, mas uma atitude interior de disponibilidade, acolhimento e compromisso com o Deus que tomou a iniciativa de nos criar porque estava cheio de amor para nos dar, nos sonhou para sermos da Sua própria Família, e está permanentemente na nossa vida como Deus connosco, Deus em nós e Deus para nós. Um Deus que nos pede o esforço do acolhimento e da fidelidade, e não da conquista de méritos que jamais nos conseguiriam merecê-lo na nossa vida. Deus é grande demais, bom demais, belo demais para O merecermos… mas também é grande, bom e belo demais para estar à espera disso para nos amar!

Ser cristão é viver em Cristo e a partir de Cristo como filho bem amado de Deus Pai. Isto é infinitamente mais do que saber e acreditar que Jesus Cristo é filho de Deus. A "Viagem" fundamental que todos os cristãos têm que fazer para o serem de facto, é a "viagem" que vai da cabeça ao coração, isto é, ser capaz de caminhar das verdades aprendidas para o Deus Verdadeiro, das doutrinas ao amor, do saber à sabedoria.
Para a maior parte dos cristãos, Deus continua a ser um "Ele"… Isto é deixar-se adormecer no campo das doutrinas, das "verdades da fé", das "crenças aprendidas"… Enquanto Deus não for um "Tu", ninguém se pode chamar cristão! Mais importante que as "verdades da fé" é uma "Fé verdadeira", ou seja, uma profunda e pessoal relação de confiança e dependência radical de vida em Deus, animada pelo Espírito e amadurecida na frequente escuta da Palavra.

Fonte:Jovens Redentoristas(Visitem!!!)

3 comentários:

sonia farmaceutica disse...

O caminho para chegar a ser um cristão maduro. Quanto mais conheço Cristo, quanto mais sei (com a inteligência)sobre Ele mais me sinto pequenina e longe Dele. Ser cristão maduro é deixar de ser apenas religioso para ser verdadeiro Cristo na vida dos outros. Viver à maneira de Cristo, amar à maneira de Cristo... Estou ainda tão longe

Maria João disse...

É esta relação íntima com o Pai que é preciso espalhar pelo mundo. É urgente anunciar a Boa Nova e sublinhar que Deus é Pai, que O podemos tratar por Tu, que podemos conversar sempre com Ele, que Ele não está distante, nem é um ditador.

beijos em Cristo

Flôr disse...

Ser Cristão, não é apenas acreditar-se em Cristo... é isso e mais ainda... viver-se como Cristo... isso sim, é que é ser-se um Cristão maduro... vivermos como Ele..... e isso custa tanto!!! mas temos que nos esforçar.... caminharmos sempre no sentido de nos aproximarmos mais e mais do que Ele foi....do que Ele nos pede para sermos....

Oh Deus de amor.... ajuda-nos a tornar-mo-nos cada vez mais semelhantes a Cristo.....

Beijo no amor de Jesus da amiga e irmã Flor

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]