quinta-feira, 12 de julho de 2007

Carregar os fardos

«Deve-se admitir, portanto, que, se o evangelho da paz não é mais convincente quando anunciado por cristãos, isso bem pode ser por eles terem deixado de dar um exemplo vivo de paz, unidade e amor. Na verdade, temos que compreender que a Igreja nunca pretendeu ser absolutamente perfeita na terra, e que ela é a Igreja dos pecadores, carregada de imperfeições. A paz cristã e a caridade cristã estão baseadas nessa necessidade de ‘carregar os fardos uns dos outros’, de aceitar as fraquezas que infestam a nossa e a vida dos outros. Nossa unidade é uma luta contra a desunião, e a nossa paz subsiste no meio do conflito.»



Dá-me a força que espera em Ti em silêncio e em paz.
Dá-me a humildade —
somente nela se encontra o repouso —
e liberta-me do orgulho, o mais pesado dos fardos.
Toma posse, totalmente,
do meu coração e da minha alma
com a simplicidade do amor.
Ocupa, inteiramente, minha vida
com o único pensamento e o único desejo de amar,
para que eu possa amar
não por causa do mérito,
nem por causa da perfeição,
nem por causa da virtude,
nem por causa da santidade.
Mas por Ti só.
Pois há somente uma coisa
que possa satisfazer o amor e recompensá-lo:
Tu, unicamente Senhor.

3 comentários:

Flôr disse...

AMÉM! GLÓRIA A DEUS PAI, GLÓRIA A DEUS FILHO E GLÓRIA A DEUS ESPÍRITO SANTO.

O Senhor é a "porção" que cada Homem precisa para ... ser feliz!

A Paz de Cristo

Flor

Anônimo disse...

Amei seu espaço e seu post. Que Deus abençoe ricamente este cantinho.

Desejo um lindo final de semana e muita paz.

Smack!
Edimar Suely
edi_suely.blig.ig.com.br

Anônimo disse...

Olá,

Passei para ver as novidades e convidar para conhecer meu mais recente trabalho.
Navegue por todas as dependências e encante-se.

Um bom final de semana e paz.
Bjs,

Edi
meutemplovirtual.blig.ig.com.br

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]