quinta-feira, 24 de abril de 2008

Meu Coração

Este poema representa para mim, o resumo poético da minha busca de Deus; das aventuras e desventuras da minha vida interior e espiritual. Quando o li pela primeira vez, senti no meu coração: deslumbramento, espanto, surpresa, gratidão, beleza, amor, alegria, esperança... Foi longo, penoso e duro o caminho que trilhei até aos Teus braços, Senhor, "mas a tristeza que me enviaste tornou-se alegria em minha vida...". Quero dedicar este poema a um amigo muito especial: Nelson Viana. Sei que estes versos também significam muito para ele.

Meu Coração

«Eu perdi o meu coração no empoeirado caminho deste mundo;
Mas Tu o tomaste em Tuas mãos.
Eu buscava alegria e apenas colhi tristezas;
Mas a tristeza que me enviaste tornou-se alegria em minha vida.
Os meus desejos se espalharam em mil pedaços;
Mas Tu os recolheste e reuniste em Teu amor.
E enquanto eu vagava de porta em porta,
Cada passo meu me estava conduzindo ao Teu portal.»
(Rabindranath Tagore)

O Nelson enviou-me uma reflexão em forma de diálogo com o Mestre Jesus Cristo. Tomei a liberdade (sei que o Nelson não se importa) de partilhar convosco este diálogo que foi inspirado pelo poema que lhe dedico.

"Diálogo com Jesus:

Quem eras Tu para que eu não te visse?

Eu Sou aquele que tu não vias, porque na tua “sombra” a minha presença se escondia.

Quem eras Tu para que eu não te escutasse?

Eu Sou aquele que tu não escutavas, porque no silêncio não me procuravas.

Quem eras Tu para que eu não te falasse?

Eu Sou aquele que tu não falavas, porque ainda não me amavas". (Nelson Viana)

5 comentários:

Viviana disse...

Que dizer, Paulo?

Escrevo-lhe com lágrimas.

Não de tristeza ou infelicidade, mas bem pelo contrário:
De alegria e gratidão!

Eu sei que é assim que o Deus - Criador age.

O seu amor e interesse por cada um de nós, comove-me.
Como é possível tamanho Amor para quem, com tanta indeferença o ignora e mesmo o despreza!?

"Meu Deus que Amor!
Meu Deus que imenso Amor."

Diz um cãntico que costumanos cantar na ninha igreja.

Continue, Paulo, a trazer-nos esseas belas mensagens que tocam os nossos corações e nos aproximam mais e mais do nosso bom Pai.

um abraço em Cristo
viviana

bete p.silva disse...

Olá, te vi na Vilma, belos poemas.

Nelson Viana disse...

Obrigado amigo Paulo pela dedicatória e por partilhares as minhas palavras.
Ao meditar esse poema de Tagore, quase que consigo contemplar toda a minha vida em breves segundos.

Também te agradeço por partilhares o teu testemunho com todos nós.
Em jeito de desafio, gostaria de um dia poder ver publicada a história da graça de Deus na tua vida. Sem dúvida que darias a conhecer muito melhor esse Deus que nos chama, que nos cura e que nos conduz ao "Seu portal".

Abraço amigo em Cristo, nossa Vida

Nelson

Paulo Costa disse...

Obrigado Viviana pelas lindas e inspiradoras palavras.
Também não encontro palavras para exprimir esse Amor que Deus tem por cada um de nós. É um mistério insondável. Está para além do nosso entendimento.

Amigo Nelson:

Quem sabia um dia não vou estar a responder ao desafio que me propuseste. Só Deus sabe...

v.carlos disse...

Henri Nouwen é inspirador para todos nós! =)


Abração Paulo
Fique na Graça

A beleza que salva o mundo

"...Porque o amor, mesmo que em silêncio, está sempre germinando as primaveras.  Amar é a beleza que salva o mundo."  [Lu...