quarta-feira, 16 de abril de 2008

Faz sentido sofrer?

«Deus sussura nos nossos prazeres, fala na nossa consciência, mas grita no nosso sofrimento: ele é o Seu megafone para despertar um mundo surdo. (...)


(...) Não há dúvida de que o sofrimento como o megafone de Deus é um instrumento terrível, podendo levar à rebelião final, que não dá lugar ao arrependimento. Mas ele fornece também a única oportunidade que o perverso pode ter de emendar-se. Ele remove o véu, planta a bandeira da verdade na fortaleza de uma alma rebelde.

Se a primeira operação do sofrimento destroça a ilusão de que tudo está bem, a segunda faz cair a ilusão de que aquilo que temos, quer seja bom ou mau em si mesmo, é nosso e basta para nós. Todos sabem como é difícil voltarmos os pensamentos para Deus quando tudo vai bem connosco. A expressão "temos tudo o que queremos" é uma frase terrível quando esse "tudo" não inclui Deus. Nós achamos que Deus é uma interrupção. Como diz Sto. Agostinho em algum lugar: "Deus quer dar-nos algo, mas não pode, porque as nossas mãos estão cheias - não há nelas lugar para colocá-lo". Ou como afirmou um amigo meu: "consideramos Deus como um aviador considera o seu pára-quedas; ele o leva para as emergências, mas não espera jamais ter de usá-lo."»


C.S. Lewis, em "O problema do sofrimento"

4 comentários:

... disse...

C.S.Lewis.. muito bom! rsrsrrs =);
um exemplo de pessoa que é única e de como cada uma revela por si uma quantidade tremenda, impactante e profunda de características do nosso Deus Criador, Pai, Salvador, que é Amor! Como somos limitados em todo nosso conhecimento não? Somos agraciados por Este AMor que busca-nos todos os dias, que nunca mudou, que foi o mesmo ontem, hoje e sempre! salmos 32 meu irmão! =) Paz!

... disse...

Escrevi, escrevi e terminei esquecendo do que eu ia falar kkkkkk! =) Creio que faz muito sentido o sofrimento! Hoje acredito que o sofrimento tem maior parte no Amor do que a felicidade própria, porque o verdadeiro Amor, requer a mortificação do nosso eu (velho Adão, velho homem, nosso Ego, nossa carne)! E quem quer morrer? Quem quer ser queimado? "Pode ser algum conforto para eles [os que não foram despertados pelo Amor]serem informados que Deus os ama para que Ele possa queimá-los até serem limpos?... Eles não querem ser limpos, e não aguentam ser torturados." -George MacDonald.
Se poder, leia esse meu post aqui e pode entender mais o que quero dizer, se é que já não entende...rsrsrs =) http://alegoriasdovaso.blogspot.com/2008/03/inexorvel-amor.html#links

Nelson Viana disse...

Olá.

Muitas vezes perguntamos qual a razão para sofrermos tanto. O exemplo de São Paulo ensina-nos muito sobre este mistério.
Quando Deus lhe diz “Basta-te a minha graça, porque a força manifesta-se na fraqueza”, São Paulo responde “De bom grado, portanto, prefiro gloriar-me nas minhas fraquezas, para que habite em mim a força de Cristo...pois quando sou fraco, então é que sou forte” (2 Cor 12, 7-10).
Se aceitarmos o sofrimento com fé, o “jugo torna-se suave e o fardo leve” (Mt 11, 30), mas se rejeitamos o sofrimento, isto é, não o aceitando, rejeitamos também a nossa própria natureza.
Será que há alguém que não sofra? Também acredito que não haja ninguém que goste de sofrer, mas se aceitarmos o sofrimento com fé, damos provas de que confiamos em Deus e na sua palavra, pois também São Paulo nos ensina: “Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados acima das vossas forças, mas, com a tentação, vos dará os meios de sair dela e a força para a suportar” (1 Cor 10, 13).
Afinal de contas, foi o sofrimento de Jesus que nos abriu as portas da eternidade, por isso, também nós somos chamados a viver o sofrimento como algo que purifica e que nos faz estar em comunhão com o Mestre, pois “o servo não é mais do que o seu senhor” (Jo 15, 20).

Um abraço,

Nelson

Éverton Vidal disse...

Já havia lido esse texto antes. Gosto do C. S Lewis!
Abraço.
Inté!

A beleza que salva o mundo

"...Porque o amor, mesmo que em silêncio, está sempre germinando as primaveras.  Amar é a beleza que salva o mundo."  [Lu...