domingo, 27 de abril de 2008

Imitação de Cristo

"Até onde devo imitar-te, Senhor? Que esperas tu de mim? Eu bem sei que «a medida da imitação é a do amor».

Para me assemelhar a Ti, não se trata de copiar... Para saber o que Tu dirias, o que Tu farias em meu lugar, devo estar impregnado do teu espírito a tal ponto que isso brote espontaneamente. Não se trata de aderir a um programa ou de respeitar um regulamento, mas de ser um outro Tu-mesmo, semelhante e diferente...

Quando falo de imitação, não viso reproduzir os traços de um modelo exterior, mas é do interior, como por um impulso de vida divina, que Tu queres realizar por mim as Tuas palavras e os Teus actos, toda a Tua semelhança.

Ás vezes sonho ser «a custódia», de que fala o abade Huvelin ao Irmão Carlos: «mostrar Jesus». aí onde eu vivo. «Eu queria ser suficientemente bom para que se dissesse: se o discípulo é assim, como será o Mestre?»

Senhor Jesus,
eu creio que queres agir através de mim,
faz com que eu seja transparente,
livra-me de toda a opacidade
para que eu seja um reflexo de Ti,
que Tu te faças ver pela minha vida.
Faz com que eu pregue o Evangelho em silêncio,
cada dia...

(Michel Lafon, em "Orar 15 dias com Carlos de Foucauld")

4 comentários:

Nelson Viana disse...

Olá.

Eu costumo dizer: “para que Jesus possa ser tudo em nós, primeiro temos de ser tudo para Jesus”. Isto quer dizer que a nossa vida só poderá ser um reflexo da vida de Cristo quando nos dedicarmos a Ele com “com todo o nosso coração, com toda a nossa alma, com todas as nossas forças e com todo o nosso entendimento”.
Para alcançar essa comunhão com o Mestre é necessário estar constantemente na Sua presença, “sentar-se aos Seus pés” como fez Maria, “apoiar-nos naturalmente sobre o Seu peito” como fez João. E isto é oração, é escuta, é desejar conhecê-Lo intimamente.

Se demonstrarmos a Jesus que O amamos, Ele demonstrar-nos-á o que é verdadeiramente o Amor…

Com amizade,

Nelson

... disse...

Bom dia querido irmão!
Faz um bom tmepo que não apsso aki rpa comentar =) Bom, hoje eis-me aqui! Ando meditando bastante na Graça de Deus, não há coisa melhor! =) Isso que você postou creio ser um profundo clamor em nosso espírito que desejar viver esse Amor concedido pela Graça todos os dias...Tenho meditado nisso que segue,
"É proveitoso para os Cristãos, constantemente, chamar a memória o começo da graça para suas almas.Eu posso lembrar dos meus medos, e dúvidas, e meses tristes com conforto; eles são como a cabeça de Golias em minhas mãos." - trecho extraído de Grace Abounding for the Chief of Sinners de Jonh Bunyan.

Abraços querido irmão!

Eliseu Antonio Gomes disse...

Olá!

Sou um cristão evangélico, brasileiro, de linha pentecostal.

Por experiência própria, digo que ser imitador de Cristo é algo natural. Quando parte do Espírito Santo acontece de maneira à força, mas por amor.

A convivência com Deus, o aprendizado lendo as Escrituras Sagradas, as orações e convivências com outras pessoas que compartilham a mesma fé, propiciam um ambiente favorável a imitar ao Senhor.

É como uma casa. Os filhos que, verdadeiramente, amam seus pais não obedece-os por medo. Faz com prazer, naturalidade. Imitam seus pais sem que os pais induzam a isso.

O ser humano é assim: amamos, e se gostamos então imitamos...

Abraço fraternal.

Eliseu Antonio Gomes
http://belverede.blogspot.com/

Viviana disse...

Olá Paulo,

Mais uma vez nos trouxe um texto rico, precioso.

A melhor definição de Cristão, para mim, é aquela que diz:

"Ser cristão é ser parecido com Cristo."

Parecido... na maneira de estar, na maneira de falar. na maneira de
olhar, na maneira de ouvir os outros, nos próprios gestos, na paciência, na esperança, nos valores, nos objectivos de vida, nas prioridades, na aceitação das coisas, na calma, na tranquilidade de espírito... enfim, em tudo.

A nossa bitóla, para aferir-mos o nosso comportamento, deve ser o nosso Cristo!
Quantas vezes, em tantas situações, eu paro um pouco e penso:

No meu lugar, como é que o Senhor Jesus agiria? O que é que Ele faria?

Se nós formos crentes fiéis(crentes com quem Ele possa contar...)o Santo Espírito que habita em nós, mostrarnos-á como e o que fazer.
Ele promete-nos isso na sua Palavra.

Paulo, bom amigo e irmão:

Que o Senhor nos possa usar, na nossa situação de "vasos de barro",
na nossa pequenês e insignificância...para com Ele Levarmos a LUZ, para alumiar este mundo de trevas e escuridão.

Tenha uma boa noite

Um abraço em Cristo o Senhor
viviana

A beleza que salva o mundo

"...Porque o amor, mesmo que em silêncio, está sempre germinando as primaveras.  Amar é a beleza que salva o mundo."  [Lu...