domingo, 25 de novembro de 2007

O Rosto humano de Deus

Jesus é o revelador da natureza da Divindade(João 14, 9). Jesus é a completa expressão de Deus. Através dele como através de ninguém mais, Deus falou e agiu. Quem o encontrava era encontrado, julgado e salvo por Deus. É disso que os apóstolos davam testemunho. Neste Homem, na sua vida, morte ressurreição eles haviam experimentado Deus em acção.
Pois "Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo"( II Coríntios 5, 19). Deus investiu-se por completo no Homem Jesus de Nazaré. Nele toda a sua plenitude habita. O que Deus é, Cristo é. "Quem crê em mim crê, não em mim, mas naquele que me enviou" (João 12, 44). Jesus revela Deus sendo integralmente transparente para Ele. O que havia estado estado oculto em mistério está claro em Jesus - que Deus é amor. Nenhum homem ou mulher jamais amou como Jesus Cristo.


«Jesus foi experimentado como o momento revolucionário na história da humanidade. Ele transcendeu tudo o que fora dito e feito anteriormente. Ele era, em todos os sentidos, o definitivo, a última palavra. Seu Espírito era o Espírito de Deus. Seus sentimentos eram os sentimentos de Deus. O que ele defendia e representava era exatamente o mesmo que Deus defendia e representava. Nenhuma avaliação mais elevada era possível» - Albert Nolan

A pergunta, portanto, não é mais: Jesus de facto é semelhante a Deus?, mas: Deus de facto é semelhante a Jesus? Esse é o sentido tradicional da declaração de que Jesus é a Palavra de Deus. “Não é Deus que nos revela Jesus, é Jesus que nos revela Deus”. Não podemos deduzir nada sobre Jesus do que pensamos que sabemos a respeito de Deus; devemos deduzir tudo a respeito de Deus do que sabemos sobre Jesus.
Como aconteceu com Abraão, as imagens anteriores que tínhamos de Deus ficam para trás.

Brennan Manning, em "A assinatura de Jesus"

2 comentários:

João Eduardo Cruz disse...

Olá Paulo, vim retribuir sua visita e agradescer o seu tão precioso elogio. Vindo de alguém que demonstra conhecer bem o mundo das letras e muito mais ainda o caminho da fé, realmente é um privilégio. Muito obrigado, Deus continue te abençoando.

Pavarini disse...

Oi, Paulo.

Li neste mês os dois livros novos do Manning. Embora alguns trechos tenham semelhança c/ outras obras dele, são obras cuja leitura eu recomendo c/ entusiasmo.

Infelizmente, ainda não li nenhum livro do Dallas Willard, mas ele é bastante citado por outros autores. Um dos livros dele está na minha "fila". :)

Big abraço

A beleza que salva o mundo

"...Porque o amor, mesmo que em silêncio, está sempre germinando as primaveras.  Amar é a beleza que salva o mundo."  [Lu...