domingo, 11 de novembro de 2007

O Dom da Graça

Quanto tempo será necessário até que descubramos que não somos capazes de ofuscar a Deus com as nossas realizações?
Quando reconheceremos que não precisamos e não temos como comprar o favor de Deus?
Quando reconheceremos que não temos de forma alguma os requisitos necessários e aceitaremos alegremente o dom da graça?
Quando iremos apreender a empolgante verdade de Paulo: "sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, e sim mediante a fé em Cristo Jesus" (Gálatas2, 16)?

Oração
Senhor Jesus, somos ovelhas tolas
que ousaram pôr-se de pé na Tua presença
e tentar subornar-Te com os nossos ridículos portfolios.
De repente, caímos na realidade.
Sentimos muito e pedimos que nos perdoes.
Dá-nos a graça de admitir que somos maltrapilhos,
de abraçar a nossa condição de alquebrados,
de celebrar a Tua misericórdia
quando estivermos no nosso momento de maior fraqueza,
de depender da Tua misericórdia não importa o que façamos.
Querido Jesus, concede que deixemos de nos exibir
e de tentar receber atenções,
que coloquemos a Verdade em prática de modo sereno e sem afectação,
que deixemos dissiparem-se as desonestidades da nossa vida,
que aceitemos as nossas limitações,
que nos apeguemos ao evangelho da graça
e nos deleitemos no Teu amor.
Amén.

Brennan Manning, em «O Evangelho Maltrapilho»

2 comentários:

Ghernandes disse...

Somos e sempre seremos salvos mas
"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie;" Efésios 2:8-9
"As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade."Lamentações 3:22-23

Maria João disse...

O dom da graça... Fez-me lembrar um primo que quer à força ter certo dom. Deus é que sabe que dons nos quer dar... Por causa disso está a sofrer muito... Rezemos por ele.

beijos em Cristo

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]