terça-feira, 9 de outubro de 2007

Por enquanto guarda o teu tesouro


«O reino dos céus é semelhante a um tesouro oculto no campo, o qual certo homem, tendo-o achado, escondeu. E, transbordante de alegria, vai, vende tudo o que tem e compra aquele campo.» - Mateus 13, 44

Descobriste um tesouro: o tesouro do amor de Deus. Agora já sabes onde está, mas ainda não estás preparado para o possuir inteiramente. Ainda estás tão dividido. Se possuísses completamente o teu tesouro deverias escondê-lo no terreno onde o encontraste, partir feliz, vender tudo o que tens e regressar para comprar esse campo. Podes sentir-te muito feliz por ter encontrado o tesouro. Mas não deves ser ingénuo ao ponto de pensar que és dono dele. Só quando te tiveres libertado de tudo o resto é que o tesouro poderá ser todo teu.

A descoberta do tesouro faz-te enveredar numa nova busca. A vida espiritual é uma procura longa e muitas vezes árdua do que já encontraste. Só podes procurar Deus quando já o encontraste. Desejar o amor incondicional de Deus é o fruto de ter sido tocado por esse amor.Dado que encontrar o tesouro é apenas o início da busca, tens que ser cauteloso. Se expões o teu tesouro a outros sem o possuíres completamente podes magoar-te e até mesmo perdê-lo. Um amor recém descoberto precisa de ser cuidado num lugar sossegado e íntimo. A exteriorização mata-o. É por isso que precisas de esconder o tesouro e despender a tua energia na venda dos teus bens de modo a puderes comprar o campo onde o escondeste.

Este é muitas vezes um empreendimento doloroso, por que a sensação de quem és está tão intimamente ligada a todas as coisas que possuis: sucesso, amigos, prestígio, dinheiro, graus académicos, etc. Mas tu sabes que nada te poderá satisfazer a não ser o tesouro. Descobrir o tesouro sem estar completamente preparado para ser inteiramente dono dele tornar-te-á inquieto. Esta é a inquietação na demanda de Deus. É o caminho da santidade. É a estrada para o Reino. É a caminhada para o lugar onde podes descansar.

Henri Nouwen, A voz íntima do amor

Um comentário:

Maria João disse...

Estar com Jesus, ver o Reino dos Céus é caminhar muito e não deixar de viver cada etapa. Daí que seja importante entregarmo-nos a Cristo e deixarmos que Ele nos molde.
Não é fácil, mas se formos rezando muito e tivermos muita vontade de ter essa entrega, Jesus ajuda-nos.

Caminhar significa também que quando temos o tesouro temos de o tornar mais frutuoso. Temos de nos recolher, descobrir os nossos talentos, ver onde podemos aplicá-los e pô-los a render e depois sair e partilhar a Palavra de Deus com oração, palavra e acção, como dizia St.ª Teresinhado Menino Jesus e nos mostra Jesus.

Isto tudo, claro, com Jesus pela mão.

beijos em Cristo

PS: Obrigado por partilhares este autor. Gosto muito.

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]