segunda-feira, 19 de maio de 2008

A LENTA TRANSFORMAÇÃO

«Para viver o tudo há que passar pelo nada...

Quem caminha para o nada de que falam os místicos aproxima-se de Deus. O espírito de Jesus - a humildade -só tem sentido em perspectiva religiosa, pois o nada é espaço do Tudo.

Despojar-se ou esvaziar-se é deixar outras esperanças (pontos de apoio ou fundamentos de felicidade), para encontrar a Esperança e colocar em Deus a confiança única e total...

... Convém notar que o nada de que falamos e o tudo de Deus em nós não são realidade feita nem acabada: são caminho no qual se entra e pelo qual se vai.

É próprio da alma humilde não se afligir por causa da lentidão com que avança, e tudo esperar do Senhor que também não tem pressas.
A pedagogia divina adapta-se misteriosamente à nossa debilidade e não se assusta com ela: também se adapta ao ritmo do crescimento humano que não pode ser mais rápido sob a pena de se destruir. O jardineiro que cuida a sua planta rega-a e poda-a, mas não puxa por ela para a fazer crescer mais depressa. O que o Senhor pede de nós é a fé.

Na lentidão precisamente se prova a fé, a paciência e a constância.

Quem anda em humildade também não se aflige ao ver a meta ainda longe, nem lhe interessa saber a que distância está dela. O que importa é estar no seu caminho. Jesus é o Caminho (Jo 14,6)». - (Luís Rocha e Melo, em "Se tu soubesses o dom de Deus")

3 comentários:

Viviana disse...

È verdade Paulo.

Nós, humanos, é que somos regra geral, apressados...

Queremos logo tudo ali...

Não sabemos nem gostamos de espe rar...

O nosso Glorioso Deus, não é assim,
pelo contrário.
Ele é o Senhor do tempo.
Para Ele o tempo não conta como para nós.

È uma grande virtude e um grande dom... saber esperar.



O Importante, é "aceitar-mos o Caminho," que o Santo Espírito nos mostra.

E uma vez, entrados nesse caminho, é só seguirmos as "pegadas" do Mestre e deixarmos que Ele nos conduza.

Se assim fôr, tudo estará bem, e tudo terminará bem

Um abraço no Amor de Cristo, nossa Esperança.
Viviana

leandro disse...

Como é bom diante de uma mensagem como esta e refletir sobre a frustação que este "nosso mundo imediatista" causa nas pessoas. Jamais preencheremos o nossa vazio com as coisas efêmeras que o mundo oferece.

Criaste-nos para Vós, e o nosso coração permanecerá inquieto enquanto não repousar em Vós.
(Santo Agostinho)

Que Deus continue a ilumimnar seu coração, conservando-o como instrumento de sua Paz!
Abraço fraterno.

Marlene Maravilha disse...

Com certeza. É na espera que aprendemos muitas licoes e amadurecemos! Lindo texto!
beijo

A beleza que salva o mundo

"...Porque o amor, mesmo que em silêncio, está sempre germinando as primaveras.  Amar é a beleza que salva o mundo."  [Lu...