sábado, 24 de maio de 2008

Comunidade L´Arche




A Caminho de Daybreak é um diário do autor (Henry Nouwen), onde ele relata a experiência pungente de um ano passado em L' Arche (cliquem! vale a pena ler este texto na íntegra. É inspirador!), uma comunidade para deficientes.
Existem muitas Comunidades da Arca espalhadas pelo mundo. O seu fundador é Jean Vanier ,ao qual pertencem os pensamentos(não há tradução em português, mas penso que são facilmente compreensíveis) do video postado.

Eis alguns trechos do diário de Henri Nouwen:

«A palavra chave aqui não são «direitos iguais» mas, pelo contrário, «partilhar os dons». Os deficientes são diferentes dos seus assistentes, mas nas suas diferenças residem dons que precisam ser descobertos, compreendidos e partilhados. Os deficientes e os assistentes necessitam uns dos outros, embora por vezes de formas diferentes. Juntos procuram formar uma verdadeira fraternidade de fracos, em permanente agradecimento a Deus pelo dom frágil da Vida.»

"... Aqui não existe necessidade de sucesso; aqui o tempo é preenchido a vestir, alimentar, transportar ou simplesmente fazer companhia aos que precisam. É um caminho extremamente exigente e cansativo, mas não existe rivalidade, nenhum grau a conquistar, nenhuma honra a possuir - apenas serviço dedicado.»

"Estar em L´Arche significa muita coisa, mas uma delas é o chamamento a um coração mais puro. De facto, Jesus fala através dos corações despedaçados dos deficientes, considerados marginais e inúteis. Mas Deus escolheu-os para serem os pobres, através dos quais Ele se dá a conhecer, o que é difícil de aceitar numa sociedade orientada para o sucesso e para a produtividade.»
- (Henri Nouwen, em "A Caminho de Daybreak" )

6 comentários:

A Flôr disse...

Bom Dia Amigo! :)

Santo e abençoado Domingo para Ti e tua família.

Sniff! Sniff! Estava mesmo a precisar de ver este video.... as lágrimas rolam.... não as consigo parar.... só te posso dizer, meu irmão e amigo, OBRIGADO PELA PARTILHA DESTE VÍDEO, não conhecia a Comunidade L´Arche".... Fiquei encantada.... emocionada...sensibilizada e sobretudo, grata ao Senhor pelo testemunho de vida deste homem... bem, hoje, já me lembraste que eu tenho tanto, que sou tão "rica", que sou tão abençoada.... porque tenho que estar apreensiva e preocupada com a minha situação profissional?!!... Óh Deus, perdoa-Me, pois Tu Senhor, tens sido Fiel para comigo e eu por vezes esqueço isso... são tantas as vezes que não dou o devido valor ao que Tu me dás... Corrige-me Senhor Jesus.... admoesta-me, vê em mim, o que está errado e molda-Me segundo o Teu querer....

Paulo, OBRIGADO... vou-me retirar em silêncio e falar com ELE... estou a precisar disso nesta hora!...

Voltarei, para rever de novo esse magnífico testemunho de vida... de entrega ao próximo... de amor incondicional... Senhor, perdoa-me porque eu faço tão pouco para Ti.... usa-me Senhor para a Tua Obra....


Abraço a tua alma e ... pé ante pé... saio.... em silêncio...

Flor

Maria João disse...

Jesus é incrível... :)

beijos em Cristo e Maria

barbara disse...

Te add no meu blog..

mto bom !!!!!

Viviana disse...

Paulo,

meu bom irmão e amigo,

só hoje é que tomei contacto com este seu post.

Vi o seu comentário demanhã antes de sair para os trabalhos dominicais, mas só agora, 17 horas é que cheguei a casa e tive oportunidade de aqui vir.

Por obra de Deus em mim, na verdade eu procuro "fazer tudo com o coração"..á maneira de Jesus.

Nem sempre o consigo... mas vou sempre tentando, não desisto..

Quanto á "Arca"", eu recordo que já li alguma coisa sobre ela, mas mão me lembro muito bem.

Conforme o Paulo sugeriu, eu fui ao site e li tudo com atenção, e digo-lhe que li e reli várias vezes... para apreender bem o sentido desta obra.

Depois li com muita atenção o seu post.
Depois ouvi duas vezes o vídeo.

Vou tentar passar para palavras os sentimentos que experimentei ali.

O Fundador, Jean Vanier, por certo seria uma pessoa muito especial, virado para fora de si, para os outros, generoso e com um coração enorme.
Um dia destes tentarei ler mais alguma coisa sobre ele.

Uma daquelas almas que vêm ao mundo, porque são escolhidas por Deus para uma determinada missão. Não nascem por acaso.


Quanto á obra em si, poderá ,perante "as autoridades" e os "grandes" deste mundo, não merecer grandes louvores nem apoios, porque não dá "tachos" nem primeiros "lugares" nem faz subir na carreira...
Por vezes acontece que tanto os que se dão totalmente numa entrega absoluta, como a obra em si, quase não são conhecidos porque não "dá lucro" torná-los conhecidos.

Porque é assim que "o mundo" age.
Só que, contrariamente ao que pensam estes senhores, a obra deles se queimará, porque são feitas de palha, como diz o Apóstolo, e o que fica e vale por toda a eternidade, são as coisas que são movidas e feitas pelo verdadeiro e desinteressado amor, como é o caso da "Arca".

Quanto aos deficientes que ali são ajudados, apoiados e muito amados... a sua dor e o seu sofrimento devem ser de tal maneira grandes e destruidores, que eu mesmo que pare...pare e fique em silêncio, afastando todos os outos pensamentos da minha mente... eu não consigo nem sequer vislumbrar um pouquinho sequer da dor e sofrimento que sobre eles se abate.

Devem perguntar-se tantas vezes: Porquê eu?
E porque razão?
Não é justo!
Eu queria tanto ser como os outros!
Mas estou amarrado á minha deficiência...

Parte o coração só de pensar!

Então, no meio de todo este sofrimento e dor, quando surge alguém mandado por Deus para ajudar e sobretudo... amar!
Para eles será como que um bálsamo regenerador! que suavisa, que cura, que encoraga, que faz avançar com alegria o caminho da vida!

E Eles, "pagam" tudo isso com amor! Com um imenso e inegualável amor!
E os que se deram, e os que se entregaram de alma e coração a amar...sentem uma recompensa de valor incalculável!
Que os faz sentirem-se realizados, felizes, tranquilos e com a sua consciência em paz!

E juntos, uns e outos, formam uma verdadeira comunidade de ternur, afecto e amor!
Onde não há exigências como: "eu é que tenho razão"; eu tenho os meus direitos e exijo-os, ou eu quero ser o chefe, etc. etc. mas, onde cada um procura amar mais e mais os outos!
E asim, é possivel que todos se sintam "gente", todos sejam importantes e imprescidíveis...

Porque, como diz Henry Nouwen, todos precisamos uns dos outos, e todos somos muito frágeis!

Por certo o Senhor providenciará sempre as Almas e os recursos necessários para que este exemplo de Amor, possa prosseguir, porque há tantos e continuará a haver tantos...que precisam desesperadamente de Organizações como "A Arca".

viviana

Eduardo Cruz disse...

Paulo você como sempre sabe escolher algo para nos abençoar.

Muito obrigado querido amigo e irmão!!!

Marlene Maravilha disse...

Querido Paulo. Quantas saudades!
Para hoje basta de bencao!!!!!!
É gratificante e um presente de Deus poder presenciar tamanho amor.
Alguns meses atrás, aqui numa cidade Brasileira, pude ver e comprovar esta maravilha ao assistir a escolha para as Paraolimpíadas e sair de lá totalmente abencoada.
Que lindo testemunho de vida, o deste trabalho! Parabéns!
A comecar em nós, quebra coracoes!
beijos

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]