quarta-feira, 26 de novembro de 2008

QUE SIGNIFICA AMAR?

«Que significa amar?
Amar um ser é esperar nele para sempre.

Amar um ser é não o julgar; julgar um ser é identificá-lo com aquilo que dele se conhece. «Agora, conheço-te. Agora julgo-te. Sei aquilo que vales»... Isto representa matar um ser.
Amar um ser é esperar sempre dele algo de novo, algo de melhor.

Se bem leio no Evangelho, poderei concluir da maneira pela qual Jesus saiu ao encontro dos homens e os amou e enriqueceu, que Ele sempre os considerou crianças, crianças que não haviam crescido convenientemente, que não haviam sido suficientemente amadas.
Cristo nunca os identificou com aquilo que tinham feito até então.
Pensai, por exemplo, em Maria Madalena: Cristo esperava dela algo que ninguém tinha conseguido descobrir e amou-a tanto, perdoou-lhe tão generosamente que dela obteve o amor mais puro e mais fiel e, admirados, todos à sua volta comentavam: «Será possível que ela seja assim?! Tínhamo-la julgado, pensávamos conhecê-la, haviamo-la condenado e tudo porque nunca fora convenientemente amada...»

Cristo amou-a com tal perfeição que a tornou aquilo que os outros, pobres e desconfiados, demasiado avarentos de amor, não tinham sido capazes de suscitar nela.

Cristo aguardava, esperava tudo de toda a gente. Fazia surgir, ao Seu redor, vocações, amizades e generosidades; e todos os que supunham conhecer de longa data aqueles personagens, quedavam atónitos: «Como? Zaqueu tornou-se generoso? Maria Madalena tornou-se pura e fiel? Tomé tornou-se crente? Mateus, o publicano, feito Apóstolo? E todos esses pobres, todos esses pecadores se transformaram em apóstolos e santos?... Como é possível?»

Alguém os tinha amado, tinha acreditado neles.
Alguém não havia repetido o que nós dizemos: «Não há nada a fazer dele, nada se conseguirá. Tentei tudo. Não quero tornar a vê-lo. Não volto a escrever. É perder tempo...»

Cristo foi ao encontro de cada um deles, dizendo: «Só porque não foi amado o bastante é que se tornou assim mau. Se o amassem mais, seria melhor. Se tivessem sido mais delicados, mais generosos, mais afectuosos para com ele, ele teria conseguido libertar-se daquela armadura, daquela carapaça de que se revestiu para não sofrer tanto»...

(Louis Evely, em "Fraternidade e Evangelho")

4 comentários:

Graça disse...

Boa noite,amigos!
Jesus Era ,ou melhor,É Puro Amor.Portanto só poderia dar Amor a todos que encontrasse.
Como então poderia receber ódio de volta? Se alguns o odiaram e cruxificaram,foi porque não o conheceram profundamente.E tiveram medo das mudanças que Ele propnha,como o perdão e o Amor aos inimigos.
Continuando o raciocínio,se Ele só deu Amor,só poderia transformar os seres que receberam esse Amor. Porque só o Amor transforma e cura o coração!
Se dermos o nosso melhor para alguém, receberemos o melhor desse alguém. Foi o que nosso Mestre Amado fez.
Ele não tinha medo de Amar porque estava preparado para ser ferido. Conhecia a natureza humana e a amava apesar de suas falhas.
Era livre no seu Amor.E Seu Amor libertou a todos nós. Podemos nos libertar nós mesmos, de nossos egoismos e medos. Se olharmos para esse imenso Amor e deixarmos que Ele cure nossos corações.
Um abraço amoroso a todos,
Graça

Camila disse...

Sim...
Deus me amou, e me curou de minhas feridas. Acreditou em mim, quando mais ninguém acreditava, via brilho em mim, enquanto todos só olhavam escuridão.
O amor de Deus me transforma a cada dia, pois Ele me segura pela mão, sabe de minhas fraquezas, mas me ama, não importa o que eu faça demais, ou de menos, Ele simplesmente ama e não há nada que vá mudar isso, pois em Deus não há sombra de variação.
Amor não se explica, amor simplesmente se sente...
Um grande abraço a ti amado irmão! Que Deus te abençoe cada vez mais com sabedoria!

Renata Medeiros disse...

aaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhh...

Sou uma Criança Desesperada
Carente de Amor
Meu corpo cresceu
Minha carne dia após dia
envelhece
Mas o meu Coração
Continua criança
Continua dependente
Continua carente mesmo

Eu sou CARENTE DE AMOR
EU SOU CARENTE DE AMOR
E O AMOR QUE EU PRECISO
É O TEU AMOR JESUS!!!!

ahhhhhhhhhhhhhhhhh

alice disse...

Obrigada Paulo pelo seu comentário, tão cheio de carinho, no meu blogue.
Visitei e seu brevemente e prometo fazê-lo com mais atenção/tempo.
"Só uma prova existe de que Cristo continua vivo e é que Seu amor ainda vive no mundo, vivendo no nosso amor."
Esta frase de que gosto muito vai ajudar o meu dia de hoje!
Na paróquia de S. Pedro, onde trabalho em Catequese sobretudo, temos um blogue recente, que por enquanto estou a gerir, pode visitá-lo em http://www.paroquiadesaopedro.blogspot.com/
Interessante de facto termos livros de que gostamos em comum,

Henri Nouwen é também um dos meus favoritos, na medida em que dá resposta a
muitas questões da minha vida, “Adam o amado por Deus” é um livro cheio de ternura
e de fé.
Até breve, votos de um dia cheio de paz.
alice

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]