terça-feira, 19 de janeiro de 2010

SOU EU, NÃO TEMAS

Sou eu, não temas. Não me ouves quebrar
em ti todos os meus sentidos?
O meu sentir que asas veio a encontrar,
voa, branco, à volta da tua face sem ruídos.
Não vês a minha alma de silêncio vestida
mesmo frente a ti aparecida?
Não amadurece minha oração em flor
no teu olhar como numa árvore de suave odor?

Eu sou o teu sonho, se sonhador fores.
Sou a tua vontade, se velar quiseres
e apodero-me da magnificência sem par
e arredondo-me como um silêncio estelar
sobre a estranha cidade do tempo a passar.

Rainer Maria Rilke (1875-1926)
In «O Livro de Horas»,

Um comentário:

Pastoragente disse...

Graça e paz!
Estive aqui para conhecer seu Blog e quero lhe parabenizar por esta bênção. Já me tornei sua seguidora.
Deixo meu convite para que dê uma passada lá no PASTORAGENTE.BLOGSPOT.COM., onde exponho da forma mais divertida e realista possível, as histórias de uma pastora comum como eu.
Se quiser seguir o blog será uma honra para mim.
Que 2010 seja uma bênção, com muita saúde e graça do Pai.
Abração!!!

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]