domingo, 1 de novembro de 2009

EM BUSCA DA PERFEIÇÃO (1ª PARTE)

«Uma pessoa não se torna perfeita, quando pratica na sua vida um padrão uniforme de perfeição universal, mas quando responde à chamada e ao amor de Deus, realizada nas limitações e circunstâncias da sua vocação particular.
De facto, a nossa procura de Deus não é de modo algum uma questão de O encontrar através de certas técnicas ascéticas. É antes uma pacificação e ordenação de toda a nossa vida pela negação de si mesmo, pela oração e boas obras, para que o próprio Deus, que nos procura mais do que nós O procuramos, possa "encontrar-nos" e "tomar posse de nós".

Thomas Merton, em "Vida e Santidade"

Um comentário:

Núria de Oliveira disse...

Amém que podemos expressar Cristo em todos os lugares, até na internet! Podemos compartilhar sobre este cristo maravilhoso que nos salvou e libertou. Meu blog é atadaavide.blogspot.com

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]