terça-feira, 13 de maio de 2014


«Pequenas Samaritanas, de todas as cores e feitios, de todas as raças e nomes, cruzam-se no caminho das nossas procuras e desejos. 

E Jesus sempre, paciente, na roda do poço onde vamos dar de beber à vida, a meter-se connosco e a entregar-se a nós. 

Se abrirmos bem os olhos, as mãos e o coração, a existência pode tornar-se um gesto de amor.»


Fonte: https://www.facebook.com/meac.guinebissau?fref=ts

0 Comments: