quinta-feira, 6 de agosto de 2009

A fé não exige que se destrua o desejo humano,
nem que seja exaltado,
mas que seja integrado num desejo ainda maior: a sede de Deus.
Sim, o mero desejo de Deus já é o começo da fé.

Irmão Roger, de Taizé, em "Em tudo a paz do coração"

Um comentário:

Anônimo disse...

......os brutos também amam,e os "japoneses " ?????????????

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]