quinta-feira, 10 de julho de 2008

O Poder da Palavra Divina



«...E disseram um para o outro: Porventura não nos ardia o coração, quando pelo caminho nos falava, e quando nos explicava as Escrituras?» (Lc 24:32). Leiam: Lucas 24:13-35

«Nós não podemos viver sem palavras provenientes de Deus, palavras capazes de nos arrancar da nossa tristeza e de nos elevar até um lugar a partir do qual possamos descobrir aquilo que estamos verdadeiramente a viver.
É importante saber que, embora essas palavras, proclamadas ou faladas, sirvam para nos informar, instruir ou inspirar, o seu primeiro significado é que elas tornam o próprio Jesus presente para nós.
Quando Jesus falou aos dois infelizes caminhantes e lhes explicou as palavras das escrituras que a Ele se referiam, os seus corações começaram a arder, ou seja, eles experimentaram a presença do Senhor. Ao falar da sua Pessoa, Jesus tornou-se presente para eles.

A palavra cria aquilo que exprime... Para Deus, falar é criar. Quando dizemos que a Palavra de Deus é sagrada, queremos dizer que a Palavra de Deus está cheia da presença de Deus. No caminho de Emaús, Jesus tornou-se presente através da Sua palavra, e foi essa presença que transformou a tristeza em alegria e o luto em dança...

A palavra proclamada ou falada pretende conduzir-nos à presença de Deus e transformar o nosso coração e a nossa mente...
O poder total da palavra reside, não na forma como a aplicamos à nossa vida depois de a termos ouvido, mas no seu poder transformador que faz o seu trabalho divino enquanto a escutamos.» - (Henri Nouwen, em "Não nos ardia o coração?")

2 comentários:

Eduardo Cruz disse...

Que coisa linda, essas Palavras são palavras de vida eterna.

Abraço amado irmão Paulo!!!

v.carlos disse...

O caso dos 2 discípulos a caminho de Emaús, é um exemplo desilusão.

Porém as Palavras de vida eterna tem o poder para aquecer o coração, para trazer mudança.


É sempre muito bom ler Henri Nouwen, o simplicidade e amor deles transborda atráves das palavras escritas.


Abraços Paulo,
Fique na GRAÇA!

As velas

"Nas igrejas nada reza excepto as velas. Elas perdem todo o seu sangue. Consomem todo o seu pavio. Não reservam nada para elas, d...