quinta-feira, 12 de junho de 2008

A POBREZA DOS RICOS

«O Murray é banqueiro em Nova Iorque e conhece pessoalmente inúmeras pessoas de quem eu só ouvi falar na televisão ou nos jornais. Leu muitos dos meus livros e acha que o seu mundo precisa tanto da Palavra de Deus como o meu. Foi uma experiência de grande humildade ouvir um homem que conhece «este mundo e o outro» dizer:

- Dê-nos uma palavra de Deus, fale-nos de Jesus... não se afaste dos ricos que são tão pobres.

Jesus ama os pobres - mas a pobreza reveste-se de muitas formas. Esqueço-me desse facto com imensa facilidade, deixando os poderosos, os famosos e os bem sucedidos na vida, sem o alimento espiritual de que carecem. Mas, para oferecer esse alimento, tenho que ser eu próprio muito pobre - não curioso, não ambicioso, não pretencioso, não orgulhoso. É tão difícil deixarmo-nos deslumbrar pelo brilho mundano, seduzidos pelo seu aparente esplendor. E, contudo, o único lugar onde devo estar é o da pobreza, o ponto onde há solidão, raiva, confusão, depressão e sofrimento. Preciso de lá ir em nome de Jesus, mantendo-me junto do seu nome e oferecendo o seu amor.

Ó Senhor, ajuda-me a não me deixar dispersar pelo poder e pela riqueza;
ajuda-me a não me deixar impressionar com as estrelas e heróis deste mundo.
Abre os meus olhos aos corações sofredores do teu povo,
sejam quem forem,
e põe na minha boca a Palavra curativa e consoladora.
Ámen.»

(Henri Nouwen, em "A Caminho de Daybreak")

7 comentários:

v.carlos disse...

Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; (Ap3.17) essa é a realidade de mts nas igrejas hj. A pensarem que são ricos e ao não sentir falta de nada, ignoram que estão miseráveis, pobres, cegos e nus.


Grande abraço Paulo
Fique na GRAÇA =)

... disse...

Uohou!!! Paulo, se eu te falar que o Senhor Jesus compartilhou isso comigo antes de ontém (11/06), vc crer? Antes de ontém, pela vontade de Deus, minha vovó faleceu; a mãe do meu pai. Ela ja estava doente, e família dele ja esperava, mas na verdade não. Nunca se espera ou se está preparado pra algo assim. Em fim, a família de meu pai é bem rica e muitos deles repudiam o "crente" por serem católicos. Algo que vai ser quebrado aqui no Brasil, em nome de Jesus. Um dos meus sonhos, era de um dia poder pregar e testemunhar pra eles, e no enterro da minha vovó, porque Deus estava comigo, Ele concedeu-me esta oportunidade! Alí, estava eu diante de tias e tios que não sou muito chegada...e diversas vezes até ja me senti muito intimidada por eles,...na verdade, a minha carne se intimida diante deles, eu não! =). Mas o Senhor havia falado comigo antes da morte, pra que no dia do enterro eu falasse sobre a semente e o Amor. Então assim o fiz e foi incrível...vi corações de ricos-pobres, como de aço inoxidável rsrsrss serem totalmente derretidos pela Palavra viva!Uohouu! Bendito sejas tu Espirito Santo, que nos guia em todas as coisas! Ele é lindo! Bom, e no dia o Senhor Jesus me falou algo como essa palavra que colocaste aqui no seu blog! Fiquei muito feliz emeu espírito saltou ao lê-la! Permaneça neste Amor querido irmão! Graça e Paz! =)

Viviana disse...

Olá Paulo,

O autor tem razão.

Quando o nosso querido Mestre e Senhor Jesus Cristo nos deixou "A grande Comissão"...
Ele disse:

"Ide por todo o mundo e pregai o Evangelgo a toda a Criatura...

Ele não faz distinções.

Quantas vezes, os mais ricos... são os mais pobres deste mundo!

E os mais pobres - como a minha prima Maria - são os mais ricos e mais bem - aventurados!

Um abraço
Viviana

Quando fui 3ª feira á Guarda, lá olhei a sua linda Covilhã!

Lembrei-me de si.

MamaNunes disse...

"A Graça me basta.."
Lindo post meu mano querido.
Tenho saudades...
abraços da Mama ;)

Padre Sandro Rogério disse...

Caríssimo,
saudades de você!

quando penso pôr tudo em ordem e voltar a cultivar bons papos, a vida dá um jeitinho de me exigir noutras tarefas e com isso descuidar de coisas boas e importantes... Vou postar no meu blog este texto do Nouwen. Infelizmente, não tenho conhecimento de termos esse livro traduzido aqui no Brasil. Ele é sempre maravilhoso. Gosto tanto do que o coração dele transborda que o vejo como límpido canal da Graça. Fique bem! Pax

barbara disse...

sempre profundo e vivo...

Éverton Vidal disse...

Gostei da reflexao mano, obrigado por me mostrar. É certo que, boa parte dos ricos, precisa ser liberto dos tentáculos da riqueza, e do que ela acompanha.

Inté!

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]