sexta-feira, 26 de abril de 2013

"ESPELHO MEU - a leitura diária do Evangelho pode mudar a vida"



Na semana passada, tive o privilégio de assistir à apresentação deste livro e conhecer pessoalmente o autor. O que mais me impressionou? A sua humildade, sensibilidade e simplicidade. Eu já tinha lido o livro e fiquei profundamente impressionado com a Beleza, autenticidade, sensibilidade e Sabedoria que transparecem da sua escrita.

José Tolentino de Mendonça escreve no prefácio: «Em "Espelho meu" há uma história de conversão. O autor relata-a em primeira pessoa: “Pertenço a uma geração que olhou para a Igreja e para a Fé como uma forma de menoridade, quase de idiotia intelectual. E este olhar dececionado projetava-se também sobre os Evangelhos…”».
«Mas quando se decide a abrir o Evangelho», o autor «expõe-se a um encontro que transforma completamente a sua vida»

O autor expressa essa transformação com a beleza irresistível de trechos como este, só para citar um exemplo: «...sempre que me entreguei a Deus, a felicidade veio - e a alegria e a leveza de estar vivo. Deixei ficar para trás os cálculos, as ponderações cobardes: dei a minha vida ao Senhor - e ela abriu-se, como se fosse uma flor. E os meus dias cresceram e ficaram imensos.»

Não me vou alongar mais... Se quiserem, podem adquiri-lo em qualquer livraria. 

Nas seguintes livrarias online também enviam para o Brasil:

http://www.paulinas.pt/default.asp
http://www.livrarialeitura.pt/index.ud121?from_zone=logo
http://www.wook.pt/

Se quiserem, podem ler trechos do livro através destes links:

http://www.snpcultura.org/a_maldade_das_boas_pessoas.html
http://www.snpcultura.org/o_cultivar_da_inseguranca.html
http://www.snpcultura.org/o_direito_ao_desanimo.html
http://www.snpcultura.org/espelho_meu.htm

Gabriel Magalhães, professor de Literatura Espanhola na Universidade da Beira Interior (Covilhã) e de Filologia Hispânica e Portuguesa na cidade espanhola de Salamanca.

Nenhum comentário:

A beleza que salva o mundo

"...Porque o amor, mesmo que em silêncio, está sempre germinando as primaveras.  Amar é a beleza que salva o mundo."  [Lu...