sábado, 5 de janeiro de 2013

O CAMINHO DA HUMILDADE




«Desde o seu nascimento, Jesus não pertence àquele ambiente que, aos olhos do mundo, é importante e poderoso; e contudo, é precisamente este homem irrelevante e sem poder que Se revela como o verdadeiramente Poderoso, como Aquele de quem, no fim de contas, tudo depende.»

Joseph Ratzinger, "Jesus de Nazaré. A infância de Jesus"

Nenhum comentário:

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]