terça-feira, 12 de abril de 2011

ABANDONO

«A teologia da vida espiritual afirma que a paz interior só nasce no homem quando este se abandona a Deus. Enquanto não procurares abandonar-te ao Senhor estarás inquieto e o teu coração debater-se-á, como a borboleta que esvoaça ao redor da lâmpada, cheio de inquietações, de problemas e preocupações. Não há outro caminho para alcançar a paz, senão o do pleno abandono à vontade de Deus, isto é, Seu Amor. 

Senhor, que se faça como Tu queres, porque creio que Tu me amas e sabes melhor que ninguém o que me faz falta, a mim e àqueles a quem eu amo e pelos quais Te suplico.» 


Tadeusz Dajczer, em "Meditações sobre a Fé"

Um comentário:

Anônimo disse...

Lindíssima partilha.
Shalom.

A beleza que salva o mundo

"...Porque o amor, mesmo que em silêncio, está sempre germinando as primaveras.  Amar é a beleza que salva o mundo."  [Lu...