domingo, 12 de dezembro de 2010

CAMINHO ESTREITO


«Custa a crer que Deus nos revelaria a sua divina presença na vida de autodespojamento e humildade do Homem de Nazaré. Uma grande parte de mim procura influência, poder , sucesso e popularidade. Mas o caminho de Jesus é o do recato, da falta de poder e da pequenez. Não parece um caminho muito atraente. E, no entanto, quando penetrar na verdadeira, profunda comunhão com Jesus, descobrirei que é este caminho estreito que conduz à paz e à alegria verdadeiras.(...)

Continuo tão dividido. Desejo sinceramente seguir-te, mas quero igualmente seguir os meus próprios desejos e ainda dou ouvidos às vozes que falam de prestígio, de sucesso, de reconhecimento humano, de prazer, de poder e de influência. Ajuda-me a ficar surdo a essas vozes mais atento à tua voz, que me chama a escolher o caminho estreito...
Em todos os momentos da minha vida tenho que escolher o teu caminho. Tenho de escolher pensamentos que sejam os teus pensamentos, palavras que sejam as tuas palavras e acções que sejam as tuas acções.
Não existem nem tempos nem lugares sem escolhas. E eu sei quanto resisto a escolher-te. »

Henri Nouwen, em "A caminho de Daybreak"

4 comentários:

José Eduardo (DUDA) disse...

Muito legal o seu blog!
Gosto muito dos textos que voce põe!

Visite tambem o meu: http://acasasobrearocha.wordpress.com

Abraço!

SHALOM! NAMASTÊ!

Anônimo disse...

Maravilhosa mensagem !
Graças.

ismael disse...

O Caminho estreito.
É preciso despojar tudo que pode ser despojado.
Renunciar tudo que pode ser renunciado.
Fazer a entregs total.
Só então o caminho iluminado surge e termina no infinito.

Vítor Carvalho Ferolla disse...

Lindo!


abraços,
fique na graça!

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]