quinta-feira, 26 de agosto de 2010

A MAIOR DÁDIVA

«O que Deus dá parece por vezes tão grande... e nós somos tão pobres!
Ele oferece aquilo que se nos afigura difícil de imaginar:
o nosso coração ser habitado por Cristo, pelo Espírito Santo.

Jesus, Amor de todo o amor,
Tu estavas sempre em mim e eu esquecia-me.
Estavas no íntimo do meu coração e eu procurava-te fora.
Enquanto andava longe de ti,
Tu estavas à minha espera.
Agora, ouso dizer-te:
Cristo, Tu és a minha vida."

Senhor Ressucitado,
sempre que possuímos o desejo simples de acolher o teu amor eis que,
pouco a pouco,
uma chama se acende no mais profundo do nosso ser.
Avivada pelo Espírito Santo,
mesmo sendo muito frágil,
ela não pára de arder.
E quando descobrimos que Tu nos amas,
a confiança da fé torna-se o nosso próprio cântico.»

Irmão Roger, de Taizé, em "Em tudo a paz do coração"

2 comentários:

Maria disse...

Incontestável que é Cristo o nosso Mestre,mas são necessários estes bordões luminosos a apoiarem os nossos passos.

Obrigada a eles e tb a quem partilha a sua presença.

Rose disse...

Olá!
Muito bacana a postagem!
Que Deus o abençoe!
seria um prazer te-lo como amigo no meu blog:
http://rose-brytto.blogspot.com
Vivendo a Fé!

As velas

"Nas igrejas nada reza excepto as velas. Elas perdem todo o seu sangue. Consomem todo o seu pavio. Não reservam nada para elas, d...