terça-feira, 1 de setembro de 2009

O "DEUS" FEITO DE PALAVRAS E SENTIMENTOS

«Temos uma máscara externa, superficial, que juntamos às palavras e às acções que não representam plenamente tudo o que há em nós; assim também, até as pessoas de fé tratam com um Deus feito de palavras, sentimentos e slogans reconfortantes, menos o Deus da fé do que o produto de rotinas sociais e religiosas. Esse "Deus" pode tornar-se um substituto da verdade do Deus invisível da fé, e, embora essa imagem reconfortante possa parecer-nos real, ela é realmente uma espécie de ídolo. Sua função principal é proteger-nos contra um encontro profundo com nosso verdadeiro eu interior e com o verdadeiro Deus.»

Thomas Merton

Um comentário:

FireHead disse...

Gostei do que encontrei aqui no teu site. Há muito material acerca de Jesus. Alguma vez te deste conta que, apesar de tudo, Jesus também se chateava e fez coisas que, assim num primeiro entendimento, eram más?
Covilhã... conheço bem essa cidade. É a terra do meu falecido avô e costumo ir para aí de vez em quando.

Um abraço em Cristo.

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]