quinta-feira, 30 de julho de 2009

IMAGEM DE DEUS

"Sto. Agostinho diz: quando a alma do homem se vira completamente para a eternidade, para Deus somente, então resplandece e ilumina-se a imagem de Deus; mas se a alma se vira para o exterior, mesmo que seja para o exercício exterior da virtude, então essa imagem torna-se completamente encoberta. (...)

O mestre Orígenes apresenta-nos a seguinte metáfora: a imagem de Deus, ou seja o Filho de Deus, é no fundo da alma como uma fonte de água viva. Mas se alguém atirar terra, isto é os desejos terrenos, para cima dela, então ela ficará entulhada e encoberta, de forma que não a reconheceremos nem nos aperceberemos dela; no entanto, ela permanece viva em si mesma, e quando se retira a terra que foi atirada de fora para cima dela, então ela aparece de novo e nós apercebemo-nos dela.»


Mestre Eckhart, em "Tratados e Sermões"

7 comentários:

Anônimo disse...

Santo Agostinho é um grande sabio
Eu confirmo pessoalmente esta verdade para a qual o Paulo nos alerta hoje.
Na minha busca de DEUS e de mim mesma tenho passado por váriaz experieencias
Umas em que me entrego a DEUS e quase que saio da terra de tanto que gosto de sentir tanta próximidade com ELE
Outras em que procuro estar com DEUS sempre no coração, mas sentir-me participando do exterior, deixando-me evadir por terra.
Mas confesso que me sinto como um peixe com a boca fora de água, e sinto falta de mergulhar novamente
em DEUS
É nessa fase em que estou agora.
Procuro sentir o ESPIRITO DE DEUS e transmiti-lo na terra, mas por vesez tenho muito receio de que na minha apróximação á "terra" eu perca o brilho de DEUS
Sei que a fé sem obras de nada vale
mas não sei se estou fazendo o que o meu querido SENHOR JESUS E MINHA QUERIDA MÃE DO CÉU espera de mim
Procuro apróximar-me de toda a gente com atenção fraternidade e carinho, sou por natureza uma pessoa passiva graças a Deus
Mas tenho sempre a impressão de que podia fazer muito mais embora não saiba o como
gostava de ter resposta á minha exposição
beijos do coração para todos

Paulo Costa disse...

Como publicou seu comentário como anónimo, não sei a quem me estou a dirigir. No entanto, como solicitou uma resposta à sua exposição, vou tentar ajudar.
Compreendo a alegria,a luminosidade,a paz que sente quando mergulha em Deus e se sente como peixe na água. Seu receio de perder essa luz, esse brilho interior que advém do contacto íntimo com Deus é perfeitamente legítimo e natural. Eu também me deparo com dúvidas e inquietações semelhantes àquelas que expos. Será que não podia fazer mais pelos outros? Porque é que não me aproximo mais das pessoas e não dou atenção às suas necessidades, dor e sofrimento? Porque é que tenho este temperamento solitário, contemplativo, passivo? Não sei, sinceramente não sei. Resta-me a entrega, o abandono nos braços do Pai...e a uma questão que se repete sempre:"Que queres de mim, meu Deus?"
Sugiro-lhe a leitura deste post:http://seguirjesus.blogspot.com/2009/04/oracao-e-accao-anselm-grun.html

Se quiser, gostaria que se identificasse.

Abraço fraterno!

Luis Guilherme disse...

Seu blog é sensacional, irei adicioná-lo ao meu, se puder adicionar ao meu agradeceria profundamente, abraços e agora vou ler suas postagens mais antigas que ainda não li.

http://umapalavraesereisalvo.blogspot.com/

Rosa disse...

Quanta Sabedoria ....
...a Fé ,...o confiar no Amor de Deus é como uma pedra peciosa encontrada, na criação ,e lapidada em nossa existência,transformando-se pelo humano em a mais valiosa jóia ,no coração desse artesão ,em potencial que todos nós somos.
Todo o Bem ,Paulo.

Pastor Júlio Fonseca disse...

Parabéns pelo blog, caso queira, podemos realizar troca de links. Entre em contato comigo, clique na seção parceria (foto). Fique na paz!

Anônimo disse...

Bom Amigo, parece que algo se passou com o senhor Pe. João António.
A última que corre por Lamego, esperando que não seja verdade, é o que o senhor reitor do Seminário foi substituído. Um homem santo, sábio, fidelissímo ao Santo Padre, que promovia a adoração nocturna, a recitação diária do Terço, da meditação pessoal e comunitária, a formação doutrinal, a exposição frequente do Santíssimo.
Tem para aí uns 15 livros publicados.
Mas houve quem não gostasse. pressionaram o bispo e parece que já foi afastado.
Quem fica a perder é o futuro, são os futuros padres.
Porque é que os bons é que têm de sofrer?
Rezem por Lamego, por favor. Isto está um deserto espiritual.
E escrevam, com respeito e sem medo, para bispo@diocese-lamego.pt.
O senhor pe. João António remeteu-se a uma posição discreta. Ninguém o vê. Nós é que precisamos dele.

Anônimo disse...

Querido amigo Paulo "permita-me que o trate assim" agradeço-lhe por ter respondido á minha exposição como lhe pedi.
Meu amigo, senti-me muito confortada com as suas palavras,
senti-me perfeitamente compreendida e também partilhou os seus sentimentos
Senti uma belissima comunhão de Fé que nos leva á preocupação de não sairmos do caminho que nos leva para JESUS! PARA O PAI...
Segui o seu conselho e li-oração-e-acção, gosto muito! e ainda estou interiorizando e aprofundando
Tal como o Paulo entrego-me e abandono-me nos BRAÇOS da SANTISSIMA TRINDADE com MARIA.
Muito obrigada por tudo
Beijos do coração para todos
MARIBEL

As velas

"Nas igrejas nada reza excepto as velas. Elas perdem todo o seu sangue. Consomem todo o seu pavio. Não reservam nada para elas, d...