terça-feira, 29 de abril de 2014

OLHEMOS PARA JESUS


«Jesus não se anuncia nem se realiza a si mesmo, mas anuncia o Pai e realiza o Reino.Olhemos para Jesus, a história mais conseguida de uma vida humana. 
Deixemo-nos tocar pelo estilo da sua presença e pela qualidade das suas relações.
Reparemos como nasce, como vive e como morre, e como, pela autenticidade da sua vida, testemunha que a nossa vida é a maior bênção com a qual Deus nos assinala desde a criação do mundo (...)

Experimentemos como está no mundo e como o sente. Vejamos, pois, o que faz e como faz. Ouçamos o que diz, mas prestemos também atenção ao modo como diz e ao timbre da sua voz. Reconheceremos que é fazendo assim, entre nós e connosco, que Jesus de Nazaré diz Deus. E é dizendo Deus deste modo que realiza a nossa salvação - resgata-nos de todos os medos e desconfianças para que a vida floresça, de novo, e amadureça todas as promessas que traz consigo.»

Pe. José Frazão Correia, em "A Fé vive de afeto"

Nenhum comentário:

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]