sexta-feira, 18 de outubro de 2013

SEGUIR A JESUS

Jesus disse aos discípulos: “O que quiser vir comigo, negue-se a si mesmo, carregue a sua cruz e siga-me. Se alguém quiser salvar a sua vida, há-de perdê-la; mas o que a perde por mim, a encontrará. De que serve ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a vida?” (ver Mateus 16, 24-28)

“As pessoas da Galileia, que escutavam Jesus, sabiam muito bem o que era ‘carregar a cruz’. Pelos aos caminhos da Galileia viam-se os sinais que indicavam onde haviam sido crucificados os galileus revolucionários que não suportavam a opressão dos legionários romanos. Por isso, quando Jesus diz aos discípulos que ‘segui-lo’ é ‘carregar com a cruz’, não está a referir-se a nada religioso, ascético, espiritual. Porque nada disso era ‘carregar a cruz’ para os povos que Roma dominava. (...) Seguir a Jesus é viver de modo a estar disposto a que o considerem subversivo e indigno de viver. E isso, não por ambições de poder, mas sim por causa de uma bondade que não se intimida diante as injustiças (...).”

Nenhum comentário:

Nada é grave...

"Nada é grave, a não ser perder o amor." [Irmão Roger de Taizé]