segunda-feira, 7 de março de 2011

AMOR FRESCO E PURO




Não quero amor
que não saiba dominar-se,
desse, como vinho espumante,
que parte o copo e se entorna,
perdido num instante.

Dá-me esse amor fresco e puro
como a tua chuva,
que abençoa a terra sequiosa,
e enche as talhas do lar.
Amor que penetre até ao centro da vida,
e dali se estenda como seiva invisível,
até aos ramos da árvore da existência,
e faça nascer
as flores e os frutos.
Dá-me esse amor
que conserva tranquilo o coração,
na plenitude da paz!

Rabindranath Tagore, in "O Coração da Primavera"

3 comentários:

"Unidos Pelo Amor 2010" disse...

Gostamos muito do seu blog!!!
Já estamos seguindo-o.
Criamos um blog e queriamos que vc desse uma olhadinha e comente dando sua opinião ...
Gostando ajude-nos a divulga-lo.

http://unidospeloamor2010.blogspot.com/

e tbém faça parte de nossa comunidade:

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=111470503

Anônimo disse...

Grandemente transmitida e cá registrada em meu ser.
Sabedoria e valiosa Alegria em passar e ler te.
Shalom

Eloy Prado disse...

muito legal, Parabéns precisamos sempre de boas postagens.
abraços

As velas

"Nas igrejas nada reza excepto as velas. Elas perdem todo o seu sangue. Consomem todo o seu pavio. Não reservam nada para elas, d...